04 junho, 2015

Scania implanta método para reduzir tempo de entrega dos produtos [Revista MundoLogística]

A Scania, referência mundial na fabricação de caminhões pesados, ônibus e motores industriais e marítimos, implantou um novo conceito de produção para atender, com mais agilidade e flexibilidade, às demandas dos clientes. Com o conceito batizado de High Service Level (HSL), aplicado desde fevereiro na fábrica de São Bernardo do Campo, São Paulo, o cliente aponta, sem restrições, a sua necessidade para o concessionário e a Scania trabalha para atender à demanda, por meio da área de planejamento, que verifica diariamente cada caso e flexibiliza a produção e a logística dos pedidos.
“Havia um volume máximo de pedidos de produção pré-estabelecido, que limitava as demandas fora do previsto. Com o HSL, a produção é sob demanda, mas pode ser ajustada de acordo com as prioridades e complexidades até a chegada do produto ao cliente”, explica o responsável pela Logística da Scania na América Latina, Fábio Castello.
O conceito permite reduzir o tempo de espera entre uma operação e outra, no processo produtivo, agilizando o atendimento dos clientes. “O benefício imediato é o aumento da precisão no planejamento e na eficiência do processo, que resulta em menor tempo de entrega, atendendo no prazo, e implica, também, a melhor utilização de recursos”, explica a coordenadora do Projeto na Scania, Bruna Fecchio.
O HSL nasceu na Suécia e a operação brasileira aperfeiçoou o conceito, com a união de um grupo multidisciplinar, que mapeou os possíveis gargalos no caminho, desde o pedido até a entrega. A aplicação do HSL no Brasil foi desenhada por equipes dos próprios concessionários, das áreas de logística, produção e planejamento, que trabalharam juntas.

Fonte: Revista MundoLogística; disponível em http://www.mundologistica.com.br/portal/noticia.jsp?id=2181; acesso em 04/06/2015.

Nenhum comentário: