22 dezembro, 2009

Férias do Armazena e Movimenta

Estaremos em férias entre 22/12 e 11/01, mas aproveitamos este último post para deixar uma breve mensagem aos leitores do Armazena e Movimenta:

Que o verdadeiro significado do Natal esteja presente em todos os dias de nossas vidas.

"Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz;" Isaías 9:6.


Feliz Natal e Ótimo 2010!!!

Novo sistema de identificação de mercadorias será adotado na cadeia logística nacional

As Secretarias de Fazenda Estaduais, a Receita Federal e o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), representados pelo Encontro Nacional dos Administradores Tributários (ENCAT) e pelo Centro de Pesquisas Avançadas Wernher von Braun, respectivamente, anunciam o lançamento do projeto “Brasil-ID”, para iniciar em cadeia nacional o Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias. A solenidade de lançamento será realizada no próximo dia 17 de dezembro (quinta-feira), em Salvador, BA. O evento contará com a presença de representantes de todos os órgãos envolvidos e de empresas que já demonstraram interesse em aderir à iniciativa. O Sistema estabelece um padrão único de Identificação por Radiofrequência (RFID), que deverá ser utilizado em todo e qualquer tipo de produto em circulação no país. Além disso, prevê a estruturação de serviços de rastreamento e verificação de autenticidade de mercadorias, que poderão ser desenvolvidos pelos setores público e privado, de acordo com a demanda e as necessidades do mercado, com o objetivo de promover a segurança e a otimização de seu comércio e circulação.
O objetivo do Governo ao desenvolver e adotar a tecnologia é oferecer à empresa contribuinte nacional e ao cidadão consumidor uma ferramenta para a segurança do transporte de mercadorias, que diminua o risco e, portanto, o custo final no mercado. Além disso, o Governo pretende estruturar no Brasil a total competência em microeletrônica para que esta seja competitiva mundialmente. Nos projetos-piloto, as Secretarias de Fazenda dos Estados selecionados irão se alinhar com uma variedade de empresas nacionais e multinacionais, para testar a tecnologia através de um exercício real que cubra toda a cadeia de manufatura, distribuição e comércio de produtos.
O Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias prevê, ainda, a instalação de uma infraestrutura de dados, com gestão nacional de leitura e gravação RFID. Serão instaladas antenas nas principais vias de circulação de mercadorias para criar mais obstáculos contra fraudes, roubos e furtos, além de fornecer dados logísticos para toda a indústria e, inclusive, o consumidor final. Este, por sua vez, também poderá utilizar o sistema livremente, para seu próprio benefício logístico, de garantia de autenticidade e origem, tendo mais uma proteção contra a circulação de bens roubados.
Durante todo o ano de 2010, o ENCAT e o Centro Wernher von Braun desenvolverão os projetos-piloto junto às empresas e instituições interessadas e implementarão a infraestrutura operacional junto ao Fisco, à Receita Federal e aos principais modais logísticos estruturais brasileiros, para a operação completa do sistema já na fase piloto.

Fonte: Portal Logweb; disponível em http://logweb.com.br/index.php?urlop=noticia&nid=MjI0NDQ= ; acesso em 21/12/2009.

21 dezembro, 2009

Logística reforça estrutura para demanda maior de fim de ano

As empresas de entregas expressas reforçam sua estrutura para dar conta do incremento nas operações este fim de ano, com a recuperação econômica, e que sinaliza um período completamente aquecido nas vendas do varejo, uma das áreas que têm crescido nos contratos de prestação de serviços logísticos no País, por conta das entregas em domicílio. Os negócios do segmento de logística seguem a rota do crescimento do varejo virtual (e-commerce), que neste fim de ano será 30% maior do que no Natal passado, somando mais de R$ 1,3 bilhão em vendas, mas também ao atender também as entregas das empresas de eletrônicos.
Os Correios trabalharão em regime de horas extras, enquanto empresas como a JadLog, que deve chegar a um volume 85% maior, incrementou a frota e contratou temporários. Já a DHL Express, prevê um período de envios acima do que foi verificado em 2008, também impulsionado pelo e-commerce.

Fonte: Adaptado do Portal Webtranspo; disponível em http://www.webtranspo.com.br/ ; acesso em 11/12/2009.

Nota: Assim como em outros tantos setores da economia, as atividades logísticas atingem (ou até ultrapassam) sua capacidade de atendimento nos últimos meses do ano, exigindo grande atenção das equipes de planejamento (antevendo e quantificando tais necessidades) e operação (realizando em condições diferentes das rotineiras).

16 dezembro, 2009

Intermodal South America 2010

"Maior e mais importante evento das Américas para os setores de transporte, logística e comércio internacional, a Intermodal South América, que no próximo ano chega a sua 16ª edição, é estratégica para o mercado que já trilha o caminho de volta ao patamar pré-crise. O evento, que acontece de 06 a 08 de abril de 2010, em São Paulo, vai reunir cerca de 450 expositores e mais de 45 mil visitantes. A Intermodal, que ocupa cerca de 28 mil m² do Transamérica Expo Center, já está com 90% dos seus espaços comercializados."

Serviço:
Intermodal South America – Feira Internacional de Transporte, Logística e Comércio Internacional
06 a 08 de abril de 2010, das 13 às 21 horas
Transamérica Expo Center
Av. Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro – São Paulo – SP
Informações: www.intermodal.com.br
Contato: intermodal@ubmbrazil.com.br ou (11) 4689-1935

Fonte: Site do evento; disponível em http://www.intermodal.com.br/ ; acesso em 16/12/2009.

14 dezembro, 2009

Fusão Pão de Açúcar e Casas Bahia - Aspectos logísticos

A revista IstoÉ Dinheiro de 11/12 traz uma matéria sobre as diferenças entre Pão de Açúcar e Casas Bahia e quais das formas de trabalho devem ser adotadas após a fusão ocorrida no início deste mês.
Entre as áreas aboradas, atenção para a estrutura logística, cujo texto transcrevo abaixo:
"As empresas também divergem na área de logística. O Pão de Açúcar e o Ponto Frio terceirizam toda a sua operação de distribuição de produtos, formada por um universo de 160 transportadoras e 1,3 mil veículos. A Casas Bahia faz o oposto. Tem mais de três mil veículos próprios, entre caminhões, carretas e automóveis. Atualmente, há uma ociosidade de 40% nessa estrutura. Para cada caminhão, existem três funcionários trabalhando, todos da empresa. Segundo analistas, a tendência é que prevaleça, nesse caso, o modelo Pão de Açúcar."

Fonte: Revista IstoÉ Dinheiro, "O que um vai ensinar para o outro"; disponível em http://www.terra.com.br/istoedinheiro/edicoes/636/o-que-um-vai-ensinar-para-o-outrogestao-de-custos-158277-1.htm ; acesso em 14/12/2009.

13 dezembro, 2009

Chuva compromente semana das empresas de transporte [SP]

A chuva que atingiu a capital paulista desde a madrugada até o início da tarde desta terça-feira [08/12] provocou forte impacto nas empresas de transportes de carga, especialmente as de cargas fracionadas. De acordo com o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região (Setcesp), Francisco Pelucio, "a frota ficou parada e os caminhões que saíram não chegaram".
Consequentemente, as entregas foram adiadas ou não foram bem-sucedidas. Segundo ele, por conta de hoje, as entregas da semana toda foram comprometidas. " Esta semana, o atendimento será fora do normal, com atraso na devolução de encomendas " , avisou. O impacto negativo se dá, principalmente, no varejo, em uma época de forte demanda, por conta do Natal.
Questionado sobre possíveis multas por conta dos atrasos na entrega de mercadorias, Pelucio explicou que as empresas de transportes de carga terceirizadas não são multadas por atrasos. Ele ainda informou que a entidade deve fazer um levantamento, ao final desta semana, para mensurar os prejuízos nas empresas causados pelas chuvas em São Paulo.
Quem também lamentou os prejuízos causados pelas chuvas foi o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Motociclistas da Cidade de São Paulo (Sindimoto), Aldemir Martins. " Os motociclistas foram muito afetados " , afirmou.
Segundo ele, por volta de 14h20, quase 40% das entregas estavam atrasadas. Isso afetou os pedidos realizados pelas empresas, que caíram 60%, somente hoje. " A verdade é que não adianta pedir porque não temos como entregar."
Geralmente, quando há pouca chuva, os motociclistas levam vantagem porque conseguem contornar o trânsito, mas Martins disse que o mesmo não acontece quando a chuva é forte e há pontos de alagamento na cidade.
" Neste caso, o sindicato orienta os motociclistas a não trabalharem, por conta do risco de acidentes e doenças, como gripe, já que os trabalhadores ficam expostos à chuva " , explicou. " Estamos até trabalhando em uma proibição de trabalho aos motociclistas, em situações como esta " .
Até o início desta tarde, o Sindimoto já contabilizava 20 acidentes envolvendo afiliados à entidade. Esse número já foi maior. " Houve dia de forte chuva em que contabilizamos 150 acidentes envolvendo motociclistas " , lembrou.

Fonte: Portal Webtranspo, acesso em 11/12/2009.

Nota: Além de todos os fatores que impactam as atividades de distribuição, como restrições de horários de trânsito de veículos, vias congestionadas, entre outras, vemos que a previsões meteorológicas também devem ser levadas em consideração no planejamento das operações logísticas.

06 dezembro, 2009

A "boléia" do futuro

O vídeo abaixo apresenta modernas ferramentas de TI utilizadas em um caminhão Scania. Tecnologia a serviço do transporte.

01 dezembro, 2009

Robôs paletizadores


Os robôs paletizadores são máquinas que garantem rapidez e precisão na finalização do processo de uma linha de produção. Estes equipamentos substituem as paletizadoras universais cartesianas, apresentando vantagens como melhor desempenho e menor utilização de espaço físico na planta.
Esses podem ser aplicados para paletização e despaletização, encaixotamento e desencaixotamento, distribuição e empilhamento de paletes gerais de manuseio de materiais. A paletização pode ser feita para caixas, sacos, fardos, baldes, entre outros.
Entre suas vantagens, cita-se: eliminam problemas ergonômicos com os operadores (redução de riscos), trabalham em três turnos por dia, sem intervalos, aumentando a produtividade, formam paletes perfeitos com boa estabilidade e boas condições para embalagem e transporte (redução de danos).
Alguns dos fornecedores desses equipamentos são: Elettric 80, Filling & Pack, Sidel, Magnoflux, Sunnyvale, SEE Sistemas, Pavax, Ulma.

Fonte:
1. Texto adaptado da Revista Logweb, edição 92, "A tecnologia robótica a favor dos processos logísticos".
2. Foto: site do fabricante Sidel (http://www.sidel.com/).