09 setembro, 2013

Condomínios logísticos tem recuo nos preços pelo segundo trimestre consecutivo [Portal Newtrade]

A desaceleração econômica do país refletiu diretamente nas atividades da indústria. O mercado começa a agir com mais cautela em relação ao desenvolvimento de novos projetos, e de acordo com pesquisa da Colliers International Brasil este cenário de crescimento de oferta e procura nas principais regiões brasileiras fez com que o mercado demonstrasse maior flexibilização em relação aos preços pedidos de locação de condomínios logísticos, sendo que no encerramento do semestre foi verificada a queda de 6,5%.
Mesmo assim, projetos com melhor relação entre as variáveis (locação / preço) seguem com destaque na decisão final de potenciais locatários. Na região Sudeste, a média de preço ficou em R$ 20,75 m² / mês ante R$ 20,90 m² /mês do trimestre anterior. Já no Sul, os preços diminuiram para R$ 18,60 m² / mês ante R$ 19,00 m² /mês. O Centro-Oeste foi a exceção e apresentou aumento, passando de R$ 16,00 m² /mês para R$ 17,00 m² /mês. As regiões Norte e Nordeste permaneceram com os mesmos preços pedidos do trimestre anterior: R$ 20,00 m² /mês e R$ 16,00 m² /mês, respectivamente.
A absorção líquida, variável que mede a relação entre a área ocupada e devolvida, fechou o trimestre em 196 mil m² positivos, apresentando queda representativa em relação ao trimestre anterior, que foi de 359 mil m². De acordo com a Colliers, esta diminuição não representa uma desaceleração do mercado de condomínios logísticos, pois a quantia recorde absorvida em apenas um período é consequência de diversas locações em um mesmo condomínio, que já estavam em processo de negociação.
 
 

Nenhum comentário: